O que é a produção de conteúdo?

Produção de conteúdo na comunicação digital é o processo criativo de textos, imagens, vídeos e criativos como ebooks e infográficos para atrair tráfego para o site, criar ou manter relacionamento por e-mail marketing, posicionar estrategicamente o site nos resultados de busca orgânica, gerar presença e engajamento nas redes sociais (Facebook e Instagram), conteúdos pensados e produzidos para participar da jornada de compra multicanal.

Os principais objetivos da produção de conteúdo são: vender produtos ou serviços, manter relacionamento com a base de clientes (atendimento e suporte) e estimular a recompra.

Quais estratégias utilizam a produção de conteúdo?

Conteúdo com foco na Nutrição de Leads e Funil de Marketing

O topo do funil

No topo do funil são posicionados conteúdos que impactam o usuário no início da jornada. Conteúdos passo a passo, listas de dicas, curiosidades são ótimos conteúdos para o topo do funil.

Vale impulsionar esses conteúdos no Facebook e dedicar uma campanha no Google Ads na rede de pesquisa para ter esses conteúdos sugeridos em outros blogs.

O meio do funil

No meio do funil vão conteúdos que influenciam a consideração de marca do usuário. Comparativos, webinars, passo a passo de uso da solução para nichos, vão conscientizar o usuário de que a solução pode ajudar e resolver seu problema além de dar a garantia de conteúdos exclusivos para aprendizagem e domínio da solução.

Também vale fazer os impulsionamentos e anúncios como os feitos para o conteúdo no topo de funil.

O fundo do funil

Esse é o momento de influenciar a decisão do usuário. Momento perfeito para provar de vez que a sua solução é a melhor.

Apresente casos de sucesso, promoções por tempo limitado, benefícios na contratação, acesso a materiais exclusivos para clientes.

Novamente impulsione esses conteúdos nas redes sociais e Google Ads.

Dica: utilize Remarketing e estabeleça uma frequência de visualização dos anúncios e impulsionamentos para seguir acompanhando o usuário na jornada. Também defina gatilhos nos emails e eventos de interação no site para identificar o momento em que o usuário se encontra para saber quais os próximos conteúdos devem ser direcionados para o usuário.

Inbound Marketing

Inbound Marketing é a estratégia com foco em atrair tráfego qualificado para o site utilizando técnicas de SEO, marketing de conteúdo, email marketing, redes sociais, chats bots e até mesmo conteúdos multimídias utilizando canais como YouTube.

O Inbound Marketing também é chamado de marketing de atração e marketing de entrada e nesse sentido estratégias de link build e uso correto de outras técnicas como link baiting e o uso de bons call to actions fazem parte do inbound marketing.

7 Dicas para Inbound Marketing

  • Defina quais são os assuntos de topo de funil, meio de funil, fundo de funil
  • Sempre que possível utilize formulários de conversão, para inscrição na newsletter, solicitação de testes, etc.
  • Procure identificar quais são os assuntos que geram maior conversão e dedique esforços para produzir mais conteúdo relevante relacionado
  • Distribua o conteúdo nos principais canais de aquisição, tais como: redes sociais, fóruns, grupos, etc.
  • Utilize os conteúdos em automação de marketing seguindo o fluxo de topo de funil, meio de funil e fundo de funil para os usuários que se encontram em cada uma das etapas do funil de marketing
  • Sugira conteúdos relacionados para o usuário continuar avançando nas etapas do funil de marketing
  • Sempre calcule o ROI dos esforços em inbound, tais como: contratação de ferramentas de inbound, custo de hora por produção do conteúdo, etc.

Conteúdo para redes sociais

O conteúdo para redes sociais é todo conteúdo criado e compartilhado a fim de participar da relação entre usuários numa rede social. Este conteúdo está sujeito a interação e avaliação dos usuários da rede e com isso fortalecer ou criar relacionamento com os usuários.

5 Dicas para Redes Sociais

  • Produza conteúdos apropriados para cada canal. Facebook, YouTube, Instagram, etc., possibilitam certos tipos de interação. Fazer um conteúdo que estimule a interação dos usuários é uma ótima dica para o sucesso do seu conteúdo
  • Acompanhe as métricas de redes sociais como: volume de curtidas, comentários, compartilhamentos, engajamento do público, etc.
  • Manter uma identidade pode construir uma relação mais positiva, espontânea e orgânica com a comunidade
  • Pense bem nas imagens que serão utilizadas. Imagens com visual publicitário tem baixo engajamento já imagens com um visual mais realista e espontâneo geram maior engajamento
  • Não esqueça que seu conteúdo será visualizado em outros displays e que as redes sociais são muito acessadas por mobile, então pensar na responsividade da leitura do seu conteúdo é importante. Imagens com texto podem ficar com uma leitura prejudicada no mobile.

Conteúdo para canais do YouTube

O conteúdo para YouTube possibilita o compartilhamento em diversas outras redes sociais além de possibilitar a publicação dos vídeos no site e blog. Vídeos compartilhados no site ou blog ajudam a aumentar o tempo médio dos usuários na página e aumentam o volume de visualizações do vídeo no YouTube. Vídeos podem ser uma maneira a mais de divulgar o conteúdo.

5 Dicas para vídeos no YouTube

  • Responda aos comentários e agradeça sempre pelos elogios
  • Lives são ótimas para atrair um público novo e gerar compartilhamentos
  • Faça reviews de produtos, serviços. Fale da sua experiência em shows, viagens, etc.
  • Faça vídeos (DIY) passo a passo e dicas
  • Lembre os usuários de assinarem seu canal ;)

Conteúdo para Email Marketing ou NewsLetter

Email marketing é uma estratégia de automação de envio de emails. Esses envios são feitos com o uso de ferramentas de disparo e automação. Campanhas promocionais para a base de clientes e envio de newsletters com novos conteúdos são o principal objetivo do email marketing.

5 Dicas para Email Marketing e NewsLetter

  • Não compre listas de emails. A chance de você ser blacklistado é muito grande e pode pôr em risco todos os esforços da produção de conteúdos para a newsletter
  • Procure utilizar padrões de boas práticas sempre.
  • Segmente sua base de contatos em diversas segmentações. Listas com públicos que estão no topo do funil de marketing, meio de funil e fundo de funil
  • Personaliza o assunto e o conteúdo. Ferramentas profissionais de email marketing possibilitam customizações do conteúdo com variáveis contendo informações de cada usuário
  • Busque definir uma frequência de disparos ideal, vá aumentando a frequência até identificar qual gera um maior volume de conversões com baixa taxa de descadastros.

Criativos

Criativos são conteúdos com grande potencial para geração de leads. Geralmente ficam disponíveis para download e assim é possível solicitar dados de contato dos usuários para disponibilidade do conteúdo para download. Criativos como ebooks e infográficos são muito utilizados em landing pages.

Porque fazer?

Aquisição de tráfego qualificado

A produção de conteúdo possibilita atrair muito tráfego qualificado quando utilizando estratégias como SEO, email marketing e compartilhamento nas redes sociais.

Quando o conteúdo é direcionado através de automação de marketing como no caso do email marketing ou até mesmo por links patrocinados a possibilidade de qualificação fica ainda maior, uma vez que você tem a possibilidade de ir registrando numa linha do tempo quais os conteúdos o usuário absorveu e assim decidir com avaliações como lead scoring se o usuário está qualificado para evoluir numa etapa de um funil de vendas por exemplo.

Aumento de Conversões e Leads

A produção de conteúdo pode ser direcionada para a criação de páginas de conversão, como landing pages bem estruturadas com um conteúdo altamente relevante. Um conteúdo que responda de forma clara e objetiva a dúvida do usuário pode aumentar as chances de uma conversão. Nesses conteúdo você pode indicar soluções/produtos que vão resolver uma possível problema ou necessidade do usuário.

Aumento na qualidade do conteúdo – Relevância

Quando você inicia a produção de conteúdo com foco na qualificação do tráfego você acaba adotando metodologias e análises que vão que aumentam de qualidade na produção do conteúdo. A comunicação da marca vai sendo de certa forma lapidada e melhorada e isso aumenta muito a qualidade das conversões/leads.

Como fazer?

Criação de Personas

Persona é uma representação de um perfil que pode representar um determinado público-alvo. Se você analisar dados demográficos e comportamentais do tráfego do site, conversões, leads e clientes você vai identificar padrões de público e com esses perfis você define personas.

Essas personas vão auxiliar você no processo de produção de conteúdo. O seu conteúdo deve ser criado pensando que esse usuário será o principal interessado na leitura ou visualização (no caso de vídeos).

A persona que deve ser definida é aquela do cliente ideal.

Definir Objetivos

Definir qual o principal objetivo do conteúdo faz com que você não perca o foco no momento da criação. Lembrando que esse conteúdo tem que atingir e satisfazer alguma necessidade da principal persona.

  • Quais páginas de conversão: Por mais que você crie diversos conteúdos de um mesmo assunto é importante definir quais as páginas que devem estar no topo da relevância do assunto. Você pode criar diversos conteúdo falando sobre email marketing por exemplo, tais como: spamtrap, blacklist, graymail, etc., mas a página com o título O que é email marketing é a principal página que contém o conteúdo otimizado para busca orgânica sempre que algum usuário pesquisar por email marketing. Chamamos essa técnica de esculpir o pagerank interno do site. Pensar numa árvore de hierarquia dos conteúdos pode auxiliar você a organizar o fluxo de produção de conteúdo com o objetivo de priorizar determinadas páginas na otimização para mecanismos de buscas.
  • Formulários: O uso de formulários nas principais páginas de conversão pode aumentar o volume de conversões e possíveis leads. Formulários de solicitação de testes trials da solução são um exemplo.
  • Call to actions (CTA): O uso de bons call to actions atraem a atenção do usuário para os formulários e banners promocionais. Exemplos de calls to actions: Faça agora mesmo um teste gratuito, Aumente agora o sucesso da sua empresa, Saiba agora como vender mais, etc.
  • Frequência de publicação: É importante definir uma frequência de publicação, principalmente para os usuários que estão na sua base de emails inscritos para newsletter de conteúdo. Manter a frequência aumenta o relacionamento com os usuários e constrói uma reputação de referência no assunto.

Ferramentas de monitoramento de redes sociais e um acompanhamento da frequência de publicação dos concorrentes nos sites e blogs pode auxiliar você na definição da frequência ideal de produção e publicação de conteúdo.

SEO – Otimização para mecanismos de buscas

O SEO (Otimização para mecanismos de buscas) têm como principal objetivo posicionar páginas web nos primeiros resultados de buscas para as principais palavras-chave de interesse do seu negócio.


Você está procurando uma consultoria em SEO? Por favor clique [ aqui ]

Ferramentas de rankeamento

  • Google Search Console: O Google Search Console tem como objetivo auxiliar tecnicamente indexar suas páginas no Google da melhor maneira. Com o GSC você vai ser capaz de identificar melhorias técnicas e correções de problemas no site que podem estar prejudicando a indexação.
  • Google PageSpeed: O Google PageSpeed faz um diagnóstico de uma página específica onde são avaliadas velocidade de acesso do site na versão desktop e mobile além de sugerir diversas modificações técnicas de carregamento de arquivos e otimização de imagens para aumentar a velocidade de acesso do site e assim ter um aumento no tráfego do site.
  • Google Analytics: Com o Google Analytics você vai conseguir avaliar métricas como taxa de rejeição, tempo médio e volume de visualizações de páginas. Métricas com tempo médio do usuário na página junto com a taxa de rejeição podem ser métricas para avaliar se o conteúdo está relevante para os usuários, uma vez que se o tempo médio estiver muito baixo e a taxa de rejeição estiver alta é um indicativo de que o conteúdo não está atraente e relevante o suficiente para os usuários.
  • Link Building: Pense no link building como o resultado do esforço em produzir um ótimo conteúdo com uma reputação de referência e um engajamento da comunidade gerando referências ao seu conteúdo em outras páginas, blogs, fóruns, etc. O Link Building é uma estratégia muito utilizada por blogueiros que indicam conteúdos de outros blogueiros, muitas vezes citando a referência a outra conteúdo. Em fóruns é muito comum os membros compartilharem posts de blogues e portais de conteúdos especializados.

Gestão de Conteúdo

Planejamento de pauta

O planejamento de pauta começa por um briefing onde você define qual tipo de conteúdo ser produzido (texto, vídeo, áudio, etc.). A estrutura do conteúdo também deve ser definida no briefing, se o conteúdo vai ser uma lista, um artigo, uma notícia, etc.

Definindo o conteúdo estruture os principais tópicos que serão abordados com uma descrição breve de cada um.

Cuidados com as palavras-chave utilizadas no título e tópicos e no corpo do conteúdo devem ser observadas. O volume de texto deve ser bem pensado, para cada objetivo do conteúdo o volume pode mudar. Conteúdos de páginas criadas para otimização geralmente são maiores, já conteúdos relacionados a notícias tendem a ser mais informativos rápidos. Destaque sempre o objetivo do seu conteúdo no planejamento de pauta.

Controle de pautas

A principal ferramenta para controlar pautas é a agenda, principalmente as datas de envio de revisão e publicação. Ferramentas como Google Agenda auxiliam muito nessa etapa da gestão de conteúdo.

Outra ferramenta muito útil no controle e gestão de conteúdos é o Trello. Com ele você pode criar um controle com modelo de kanban onde cada coluna pode ser uma etapa da produção do conteúdo. Por exemplo você pode ter as colunas: Briefing, Pesquisa, Estrutura de Tópicos, Revisão, Retorno da Revisão, Publicação. Com o Trello você pode criar cards para cada pauta de conteúdo onde esse card vai evoluindo nas etapas. Você pode definir prazo final para a conclusão da tarefa, membros responsáveis, adicionar descrição, anexar arquivos, etc.

Revisão do conteúdo

Uma etapa muito importante e por muitos negligenciada é a revisão do conteúdo. E essa revisão não é somente da gramática e ortografia, mas também correções de imagens, créditos e direitos autorais de imagens, áudios e vídeos. Um redator, jornalista, são os profissionais mais indicados para essa tarefa.

O que não deve ser feito?

  • Técnicas de black hat
  • Não seguir padrões Google
  • Não pensar na experiência do usuário (UX)
  • Plagiar conteúdo
  • Produzir conteúdo pobre

Dicas de Conteúdo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *